Surgiu na medida em que, a exemplo da fabricante de bebidas Ambev, da farmacêutica Bayer e da holding de empresas de tecnologia Movile, o Magalu percebeu que não adiantava simplesmente dizer que estava recebendo de braços abertos os negros interessados em fazer parte do quadro de funcionários. Esse é o engano que grande parte das companhias que desejam promover a inclusão racial comete.

https://exame.com/revista-exame/antirracismo-institucional/